terça-feira, 27 de julho de 2010

A HISTÓRIA DE NIKE - Não podemos ignorar...

O Nike tinha um  lar. Não sei se bom, se mau. Se cumpria ou nãoo a sua função de protecção e aconchego. Eu sempre conheci o Nike naquela casa. Sempre o tive como um bom companheiro e um bom amigo de crianças e adultos. Simpático e acolhedor para os visitantes. Via-o muitas vezes assomar ao portão e esgueirar-se sorrateiramente para a rua e acompanhar as correrias descuidadas das crianças que com ele partilhavam o espaço familiar. Mas se aquela casa foi bom porto para crianças e adultos, não foi certamente para aquele simpático cachorro. Porque um dia o Nike foi expulso de casa. Justificação válida, nenhuma. Foi escorraçado porque sim e pronto!
Há dois anos que o Nike vive na rua. Estranhamente nunca se afastou da casa que foi o seu lar durante anos e sempre continua a manifestar alegria quando se cruza com os que o escorraçaram. Que lição de nobreza! Sobrevive à custa de esmolas, com o que lhe dão, quando lhe dão. Restos de lixo... Sofre o frio e a chuva do Inverno e a sede na canícula do Verão.
Está velho e doente, que a vida foi madrasta. Carente de um carinho e de um afago de criança... o seu destino parece traçado.  Talvez "adormecer" para sempre num acto de misericórdia.  que ele é filho de um Deus menor... A menos que encontre, com urgência, um lar que o acolha, que ele é dócil e bom companheiro. Nada pede em troca... apenas Amor e um pouco de nada, que a vida e os homens ensinaram-no a viver com pouco... 


                                                                                                 

8 comentários:

Antígona disse...

Quem é dono de cão e resolve abandonar o dito deveria ser severamente castigado, mas SEVERAMENTE! Gentinha!...

Escrevinhador disse...

Quem não respeita os animais merecia ser muito mais castigado do que é neste país. Somos um país que trata os velhos como animais e os animais como lixo. Enfim...é o que temos

Concha disse...

Cada vez estamos mais pobres e mais ignorantes...
Agradeço a sua passagem pelo meu modesto cantinho.
um abraço

Anónimo disse...

Mais um animal abandonado, numa época que centenas o são!
Esquecem o amor incondicional que nos dão toda a vida sem nada pedirem em troca...
Neste País que eu tanto amo, continuam a ficar abandonados muitos idosos em hospitais e lares de 3º idade, esquecendo quem o faz, que um dia lá chegarão...talvez a vida lhes ensine nesse momento, o que é a sensação de solidão e abandono, então já será tarde!
Tanto que o ser humano tem a aprender com os animais, exemplos fabulosos de amor ao proximo.
Que o Nike consiga encontrar um lar, para que ele possa receber e dar todo o amor que os seus olhos meigos transmitem.

Anixa

Jardineiro do Rei disse...

Cada vez mais viver neste nosso mundo é uma aventura sem fim fim à vista...
A par de actos de altruísmo, assistimos a momentos de barbárie e violência que chocam e fazem sofrer.
Há duas situações que me atingem de uma forma particularmente dolorosa: A violência sobre crianças e sobre animais.

Nuno Andrade Ferreira disse...

:)

pituxasilva disse...

Gostei do seu blog.vou vir cuscar mais vezes lol.

Sobre os animais ...nem gosto de ler,pertenço a uma associaçao de animais abandonados e sei bem como é a realidade.
tenho 3 caes e 2 gatos,nem consigo pensar q eles morram,kuanto mais abandonar.
cumprimentos PITUXASILVA

Majo disse...

É doloroso constatar e parece impossível humanos poderem cometer
destas atrocidades. Infelizmente, também são cometidas com familiares idosos.
Espero que o Nike tenha tido o carinho que merecia.