sexta-feira, 26 de novembro de 2010

ALENTEJO FLORIDO

Campo de Margaridas
Amendoeira em flor
Flores aquáticas
Pilriteiro
Rosmaninho
Japónica
Margaridas (brancas) e Maria-Fia
Esteva

8 comentários:

Anónimo disse...

A campina Alentejana em todo o seu esplendor, aquele um pilriteiro é lindo..:)
Deixa-me fazer-te um reparo Jardineiro, devias colocar legendas nas fotos.
Alem dos vastos conhecimentos que tens como Jardineiro, és um fotografo fabuloso.

M...

Antígona disse...

Que lindo que está o Alentejo!! :)

Balellas disse...

Além de lindas, as flores influem na energia dos lugares e das pessoas. Com suas cores, formas e perfumes, elas encantam, transformam os sentimentos e melhoram nosso astral. Parabéns pelas belas fotos.

Uma excelente semana

Lella

Lucinha Cullen's Garden and Cia disse...

Olá,

Que lindas imagens! Como você consegue tirar fotos tão perfeitas?

Eu gostaria de saber o nome dessas plantas.
Comecei a estudar paisagismo, mas nunca atuei nesse ramo. Me apaixonei por jardinagem, isso agora faz parte da minha vida.

Gostei muito desse jardim.

A paz!

Lucinha Cullen's Garden and Cia disse...

Obrigada pela visita e por ter colocado o nome das flores nessa postagem.

Também tenho boas recordações do Natal quando era criança. tempo bom! Que saudade.

Assim como você, tentei passar isso para minhas filhas, mas é complicado nesse mundo de hoje. Enquanto eu morava no Brasil, iámos a Missa de Natal juntos e depois o simples ceia de jantar em casa. Agora minha filha nem quer mais montar a árvore de Natal, acho que é pra evitar as lembranças de quando estávamos juntas.

Vou sempre vir aqui visitar o seu blog, muito bonito e aprendo muito nele.

Fica na paz!

Anónimo disse...

Obrigada pela legendagem..)))

M

Majo disse...

Gostei de ver a simplicidade da flor da Esteva: adoro o cheiro do Ládano!
Como as coisas simples tornam a vida bela e feliz!

Majo disse...

***** "O MEU ALENTEJO" *****
Do soneto da muito amada FLORBELA.
... ...
(Uma tela de Deus)
Tudo é tranquilo, e casto, e sonhador...
Olhando esta paisagem que é uma tela
De Deus, eu penso então: onde há pintor,

Onde há artista de saber profundo,
Que possa imaginar coisa mais bela,
Mais delicada e linda neste mundo?!