quarta-feira, 11 de abril de 2012

CULTURAS DE PRIMAVERA


Nas primeiras semanas de Janeiro é época de sementeiras. Vencendo as inclemências de um Inverno demasiado frio e seco, o milagre deu-se: As minhas frágeis plantinhas nasceram. A Mãe-Natureza deu flor...
Elas vão continuar a ser as minhas pequenas amigas e confidentes ao longo de muitos meses... até se cumprir o seu ciclo de vida.
Infelizmente muitas destas plantas, por falta de espaço  para as ter, vão ser destruídas, a menos que encontre uma "família de acolhimento"...

Hissopo Anisado (Agastache foeniculum) - Uma planta ainda relativamente pouco conhecida. Originária da América do Norte onde era usada pelos Indios como planta medicinal. As folhas têm um gosto suave a anis e hortelã. Eu uso-as em pratos de carne e peixe e em saladas. Em infusão são óptimas no tratamento da tosse. Mas o que eu mais admiro nesta planta é o perfume intenso das suas sementes depois de secas...



Perila Roxa (Perilla frutescens) - Uma plantinha magnífica! Essencial na cozinha japonesa, na confecção de "tempura"A folha fresca uso-a em saladas e também para aromatizar chá, A flor é extremamente docee usa-se para temperar o "sushi".

Stevia do Uruguai (Stevia rebaudiana) - A Planta do Açucar! Mas sem açucar...  Originária da floresta da Amazónia. É um adoçante natural. As suas folhas são excelentes comidas como guloseimas. Como na sua composição não entra o açúcar tal qual o conhecemos, pode ser consumida por diabéticos. É um excelente cardiotónico entre outras importantes propriedades medicinais.
Algodoeiro (Gossipium hirsutum) - ´´E a primeira vez que me aventuro a propagar esta planta. As sementes do algodoeiro estão contidas numa cápsula, envolvidas por uma fibra felpuda - o algodão. Existem inúmeras variedades, algumas delas de porte arbóreo chegando, em estado selvagem, a atingir os 7 metros de altura. O algodão comercializado é, geralmente, de cor branca, no seu estado natural. Mas existem variedades com fibras de cor verde ou 
castanha.

18 comentários:

Flora Maria disse...

Cheguei até aqui pelo blog da Zélia - Jardim-Mel, e estou gostando bastante da sua forma de escrever, explicar e mostrar fotos !
Já o estou seguindo e voltarei aqui.

Parabéns pelo blog !

Lilá(s) disse...

As coisas que tu sabes! adorava ser "família de acolhimento" das plantas que tens a mais, mas não sou tua vizinha, e também já brigo cá em casa por mais uns centímetros de terra para as minhas plantas...só conheço a do algodoeiro.
Tenho aprendido umas coisas neste canto, pena não escreveres mais...
Beijinhos

Antígona disse...

Que lindo look :):)

Anónimo disse...

Como é normal nas tuas mãos as tuas "amiguinhas" estão lindas!
Espero que as familias de acolhimento lhes dêm tanto amor como tu lhes dás...
Beijito

São disse...

Nos tempos escuros que correm, nos valha a luminosidade das flores, rrs

POR FAVOR, tira as malfadadas letras verificatórais!

Bom resto de dia

Rosa dos Ventos disse...

Um encanto para olhar e quem não as pode cheirar! :-))

abraço

Lilá(s) disse...

Olá João
Viste por aqui um comentário meu? pois é sumiu!! já aqui tinha vindo dizer que adorava ser "família de acolhimento" das plantinhas que tens a mais mas, além de não ser tua vizinha, já é uma luta para conseguir mais um palmo de terra para mim no jardim...
Das que mencionas só conheço a planta do algodão. Vou aprendendo umas coisas neste canto!
Beijinhos

Lilá(s) disse...

Olá João
Viste por aqui um comentário meu? pois é sumiu!! já aqui tinha vindo dizer que adorava ser "família de acolhimento" das plantinhas que tens a mais mas, além de não ser tua vizinha, já é uma luta para conseguir mais um palmo de terra para mim no jardim...
Das que mencionas só conheço a planta do algodão. Vou aprendendo umas coisas neste canto!
Beijinhos

Graça Sousa disse...

Obténs o máximo de rendimento..quando estás no teu "Santuário"teu espaço,sintonia perfeita !
Espero que arranjes famílias de acolhimento,pena estar longe!
Um abraço,parabéns pelo teu empenho.
Graça

Photosniper disse...

Acreditas que fiquei emocionado quando vi as fotos do algodoeiro?
Como sabes nasci em Angola e fiquei lá até aos 10 anos; E na fazenda do meu pai, havia algodoeiros, que eu adorava tocar quando o algodão branco pérola surgia; lembro-me que tinha de ter cuidado porque picava.
E tinha umas sementes escuras.
Ahhh!! Bons tempos da minha meninice;
Já agora, uma pergunta (perdoa-me a ignorancia): Qual a diferença entre algodão e sumauma)?
Um abraço.
Mike

Anónimo disse...

"Uma flor é um poema escrito
nas folhas verdes da Natureza"

E nas tuas mãos tudo é mágico,
tem magia e fica lindo, como
tu que és lindo, poucos homens
existem como tu...

Beijito

Anónimo disse...

"Para ti"

A Flor
É a obra de arte
Mais bela da Natureza.
É através da obra
Que se conhece o
O dedo do artista....

E tu és um artista cheio de magia...beijito

Lilá(s) disse...

Olá
Voltei para ver se o blogger já aceita o meu comentário...
Deixo-te um beijinho

Lilá(s) disse...

"Olá João
Viste por aqui um comentário meu? pois é sumiu!! já aqui tinha vindo dizer que adorava ser "família de acolhimento" das plantinhas que tens a mais mas, além de não ser tua vizinha, já é uma luta para conseguir mais um palmo de terra para mim no jardim...
Das que mencionas só conheço a planta do algodão. Vou aprendendo umas coisas neste canto!
Beijinhos"

Lilá(s) disse...

"Olá João
Viste por aqui um comentário meu? pois é sumiu!! já aqui tinha vindo dizer que adorava ser "família de acolhimento" das plantinhas que tens a mais mas, além de não ser tua vizinha, já é uma luta para conseguir mais um palmo de terra para mim no jardim...
Das que mencionas só conheço a planta do algodão. Vou aprendendo umas coisas neste canto!
Beijinhos"

ps: só consigo comentar através do Firefox

Anónimo disse...

Quando olhamos para trás, na nossa vida, e contamos as bênçãos recebidas, não as devemos calcular em termos de dinheiro acumulado, ou de estatutu alcançado.
Em vês disso, o que se revelará mais importante é o que fizemos pelos outros....

Como tu que tens sempre tanto para ensinar e nós tanto aprender contigo.....Bem hajas meu Jardineiro. Beijinho

Maria disse...

Meu amigo passando para divagar aqui no seu jardim.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

Majo disse...

Fico emocionada a olhar para estas magníficas plantas e pergunto-me se algum dia terei o prazer de cultivá~las com as minhas mãos!
Sei que me ajudarás mesmo à distância. Sinto que tens um boníssimo coração. Adorava ter, pelo menos, uma Stévia. Gostava muito de saber as suas condiçóes de cultivo.
Compro o seu adoçante caríssimo e adulterado com adoçantes químicos. de baixa qualidade. Não sou diabética, apenas tenho de ter muito cuidado com o meu peso. O adoçante à venda, é um atentado vergonhoso à saúde dos diabéticos que deveriam merecer-nos a maior comiseração!
Até onde pode chegar a ganância!