sexta-feira, 12 de agosto de 2011

PROJECTO ESCOLA VERDE - O FIM...

Há dois anos atrás, na Escola Secundária Dr. José Afonso - Seixal, decidi aceitar um desafio. Com alunos e professora iniciar um projecto de cidadania para o Ambiente, que se foi desenvolvendo por dois anos. O Projecto "Escola Verde", integrado na Área Projecto.
Esta ideia que, inicialmente, se resumia ao aproveitamento dos imensos desperdícios que uma escola produz, numa simples actividade pontual que se chamava Projecto Compostagem, foi evoluindo para algo que poderia ter sido uma mensagem de cidadania da Escola e dos seus actores, para a comunidade. Só que... Terminou. Já não há mais espaço para este projecto. O Ministro da Educação diz que Área de Projecto é tempo perdido... Resta olhar para as imagens...


OS JOVENS JARDINEIROS


PILRITOS (Fruto do Pilriteiro)
DRAGOEIRO

LODÃO BASTARDO
TIBOUCHINA (Aranha)

ÁREA DA COMPOSTAGEM
LANTANA (e uma borboleta...)

CIDRÃO
FLOR DO CIDRÃO

17 comentários:

Balellas disse...

Meu Amigo, sinto muito pelas pessoas que não tem a sensibilidade de seguir com um projeto tão lindo. Realmente uma pena.
Fiquei imensamente feliz ao ler suas belas palavras. Sei que o tio está bem. É muito bom receber o carinho dos amigos quando estamos frageis.
Grande abraço!!!
Quando puder me mande e-mail's. Seria muito bom podermos conversar.
Lella

Antígona disse...

Ora aí está uma notícia muito triste! Se calhar, mais cedo ou mais tarde, teremos de tomar nas nossas mãos as coisas e estarmo-nos nas tintas para o que os figurões aprovam ou deixam de aprovar.

Labirinto de Emoções disse...

Tempo perdido...é o que sucessivos governos vão fazendo da educação neste País!!!
Acompanhei por aqui este Projecto fabuloso que tu conseguiste desenvolver, só podes sentir orgulho pela lição de cidadania e pedagogia que deste.
Não é facil cativar catraios e colocá-los de enxada na mão alegremente como eles o fizeram, e TU conseguiste-o!
O Jardineiro passa, mas a obra fica. E a Tua e dos "teus" pequenos jardineiros estão a vista de todos.
Pode ser que dentro daquela escola, exista alguem com sensibilidade para ao menos dar de beber àquelas plantas maravilhosas e que não as deixe morrer de sede!!
Não fiques triste...TU só tens de te orgulhar do trabalho feito.
Um beijo e um sorriso Jardineiro do Rei.

Lilá(s) disse...

Que interessante esse projecto! tive um equivalente há cerca de 6 anos na minha escola, também em Área de Projecto, mas limitei-me a tratar o terreno e plantar umas árvores, já estão grandinhas, as figueiras e a romazeira até já dão frutos...agora temos jardineiro para a manutenção.
Bjs


ps: conheço muitos prof. dessa escola principalmente os que cantam no coro...

Maria Paz disse...

Que pena acabarem com a escola verde. Para muitas ou talvez a maioria das crianças a única hipótese de contactarem com a mãe natureza.

São disse...

Só lhe posso deixar o meu abraço solidário.

Nuno Crato é daquelas criatuas que só enxergam números e nem deve saber muito bem o que é dar oportunidades a todos e todas alunos e alunas.

Enfim...mas foi isso que o povo português escolheu, não é?

e os estragos deste Governo não ficaraõ por aqui
Bom fim de semana

Lua Nova disse...

Fico imensamente triste quando burocratas (poderia bem dizer burro-cratas) tomam atitudes de dentro de seus escritórios. Mas tenho certeza que a idéia que vc "plantou" no coração desses jovens, florescerá.
Cheguei aqui despois de ler um comentário seu no blog da Lilás.
Fiquei comovida com seu amor por seu amigo, o Keppy. Parece que sua alma é doce e digna. É bom encontrar pessoas como vc.

Convido-o a conhecer meu blog.
Beijokas.
Seguindo...

Rosarinho disse...

Pois realmente acho que todos ficámos comovidos com esta notícia.
Mas não há hipótese de continuar com o projecto fora das horas curriculares?

Sei que esta medida do governo foi bastante controversa, e na minha família tenho professores que se encontravam a desenvolver ideias criativas e inovadores. Contudo também sei que nem todos os projectos eram assim tão pedagógicos e que nem sempre contribuiam para a cidadania ou para o desenvolvimento de competências ... E por alguns pagam todos! Enfim...é o que temos ..agora é tentar dar a volta :) Se os alunos e professores estavam mesmo interessados eles vão fazer força para o projecto continuar ..estou com fé :)

Virginia Jesus Fassarella disse...

jardineiro, aqueles que não entendem um projeto lindo como esse não tem sensibilidade, são pessoas completamente materialistas. Tenha certeza que o que cada aluno aprendeu com a semente que neles você plantou os impedirá de no futuro fazer a mesma coisa que o secretário não sei do que fez. Parabéns pelo belo projeto. Abraço.

Rosa dos Ventos disse...

Lamentável que para poupar dinheiro o ministro tenha optado pelo corte da Área de Projecto e do Estudo Acompanhado!
Por todo o país surgiram actividades interessantíssimas na Área de Projecto como as tuas fotos o comprovam!

Abraço

Lilá(s) disse...

Vim procurar postagens novas como não há...deixo um abraço.

Rosarinho disse...

Jardineiro, deixei-lhe um presente no meu cantinho :)

Anónimo disse...

Parabens, escreves muito bem e este blogue tem posts muito interessantes.
Que pena a cegueira colectiva dos nossos ministros da educação!
Um beijito e continua, pois gostei do que li..))

Kelly

Anónimo disse...

Parabens pelo seu projecto ter dado frutos , pelo menos alguns miudos , aprenderam o k e deitar uma semente a terra e vingar ! Nao fike triste e o pais k temos . Os amigos sao flores no jardim da vida e esses o meu amigo sabe cuidar deles . Bem haja

Mariazita disse...

Boa tarde, Jardineiro
Regressei de férias. Terminaram em meados da semana passada, e já publiquei um post no domingo passado.

É de lamentar que, neste país, tudo que tem valor e produz resultados é cortado pela raiz.
Um projecto como esse devia ser acarinhado ao máximo!

Já quando eu andava na escola primária a professora atribuía um canteiro a um grupo de alunas, que tinham que o cuidar. Era uma escola muito boa, com um jardim enorme à frente, e estava sempre um brinquinho, tudo tratado apenas pelas alunas e alunos.

Francamente, não sei para onde caminhamos...

Meu amigo, não está esquecido das minhas "moscas"? :))) quer dizer, das noscas das maçãs... :)

Um bom fim de semana. Beijinhos

Mariazita disse...

Olá, João Carlos
Já devia ter vindo agradecer tanta e tão boa informação.
Como não vim antes... trago agora um grande "Muito obrigada!"

Procurarei nas ervanárias os "ingredientes" necessários para fazer as caldas (uma delas, das duas biológicas). Penso que se venderão nas ervanárias, tanto o absinto como a urtiga...
Prefiro tentar acabar com as lagartas duma forma biológica; não sou muito apologista dos pesticidas...
Mas tudo isto não é para já, claro.
Ainda temos um longo inverno pela frente (para além do outono, claro)

Estive a ver novamente o teu post.
A imagem da borboleta é linda!
Eu gosto imenso de borboletas - não das que fazem as maçãs podres :)))- e tenho alguns PPS's com fotos de borboletas, lindíssimas.

Agradecendo uma vez mais, desejo-te um bom fim de semana.
Beijinhos

Majo disse...

Como lamento não ter tido oportunidades destas, quando era criança. Das plantas postadas, só conheço a Lantana, cuja foto está belíssima!

Os ministros são gente de gabinete, alguns nunca ensinaram ou ensinaram alunos já adultos.

Têm pouca formação pedagógica interdisciplinar: um professor de matemática do 4º ciclo, não percebe nada das necessidades didáticas de alunos dos retantes ciclos e das restantes áreas.

O Projeto Pedagógico da Escola, era um programa que muito incentivava e motivava, não só o corpo discente, como o corpo docente. Tinha um efeito poderoso pelo trabalho de equipa.

Pelo seu mérito, penso que um dia há-de voltar!